publicidade

Patos reduz novamente risco de infestação pelo Aedes no terceiro LIRAa do ano

 

A Secretaria Municipal de Saúde de Patos, através da Vigilância Ambiental, concluiu entre os dias 17 e 21 de outubro passado, o 3º LIRAa (Levantamento de Índice Rápido do Aedes Aegypti).
 

A coordenação da Vigilância Ambiental Municipal constatou que de 3,9% do segundo levantamento deste ano, a cidade de Patos caiu para 2,2% do índice geral de risco para infestação do Aedes Aegypti. Em percentual, isso representa uma redução geral de 1,7% em relação ao segundo LIRAa de 2022.
 

O coordenador da Vigilância Ambiental, José Júnior de Medeiros, disse que o resultado coloca Patos na situação de médio risco para epidemias causadas pelas arboviroses: Dengue, Zika e Chikungunya.
 

Ele ressaltou que algumas localidades tiveram uma redução local ainda mais expressiva, a exemplo do Conjunto dos Sapateiros que teve um índice de quase 12% no segundo LIRAa, e que agora reduziu para 2,6%. Em alguns bairros da cidade, a redução chegou a 0,0%, como mostra o levantamento.
 

De Medeiros também comentou que algumas publicações jornalísticas trazem que em Patos existem casos prováveis de arboviroses, porém ele frisa que esses casos não foram confirmados, e sendo assim continuam como especulação.
 

Por último, enfatizou que a Secretaria de Saúde vem cumprindo o papel de intensificar as ações de controle e combate ao Aedes, principalmente por meio do trabalho de educação em saúde junto à população, e ainda com o tratamento focal com aplicação de larvicida onde existe a necessidade real.

 

Coordecom - Hélio Barbosa

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.