publicidade

Bancada Federal da Paraíba define o rol das 15 emendas coletivas: S.O.S Triplicação BR230 é destaque

Após a reunião da bancada federal da Paraíba, foi definido o rol das 15 emendas, fruto de ações que foram apresentadas pelos entes federativos e das sugestões recebidas pelas entidades estaduais. Entre essas, para o coordenador, o senador eleito Efraim Filho, se destacam: o projeto S.O.S. Triplicação BR230, em um reforço orçamentário para destravar essa importante obra na região metropolitana da capital; a iniciativa para viabilizar o Hospital de Trauma do Sertão e o Hospital da Criança em Campina Grande, entre outros.

Para Efraim, esse é um momento em que se destaca a coesão e a unidade da bancada federal na hora de lutar por recursos e investimentos estruturantes para o Estado. "Passada a eleição, as disputas devem ficar para trás e a bandeira da Paraíba é que deve ficar em primeiro lugar na ordem de importância para a bancada federal", comenta. O valor global das emendas de bancada deve alcançar a marca de R$ 300 milhões, porém o valor específico por cada uma das iniciativas será definido durante a apresentação final da proposta na próxima segunda-feira (14). 

Das 15 iniciativas, destacam-se:

Na área da saúde, cinco iniciativas: o Hospital de Trauma do Sertão, o Hospital da Criança e o Hospital Help, ambos em Campina Grande, o custeio de ações de atenção básica e o custeio de ações de média e alta complexidade para os municípios; na educação foram quatro iniciativas: investimentos para as quatro grandes entidades de ensino na Paraíba: UFPB, UFCG, UEPB e IFPB, com recursos destinados à modernização da infraestrutura dos centros universitários;

Em infraestrutura e mobilidade, foram três iniciativas: a destinação de recursos para a BR-230 entre João Pessoa e Cabedelo, com o projeto S.O.S. Triplicação, a construção do Arco Metropolitano que interliga a BR 230 e a BR101, apresentado pelo Governo do Estado, a reforma e ampliação dos mercados públicos da cidade de João Pessoa, apresentado pela prefeitura da capital, e o 3° eixo da transposição do São Francisco, Ramal Piancó, que já conta com recursos do orçamento do ano anterior para o desenvolvimento do projeto;

Finalizando, na área de agricultura, pesca e desenvolvimento sustentável regional, foram duas iniciativas: aquisição de máquinas e equipamentos agrícolas destinados ao Estado e aos municípios, para reforçar as ações na zona rural e estimular a agricultura familiar, e recursos para a construção de uma escola modelo de embarcações, de acordo com importante arranjo produtivo local e vocação econômica da região litorânea de Cabedelo.


Assessoria 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.