publicidade

Assédio eleitoral? “Bolsonarista”, prefeito de Princesa Isabel teria proibido servidores de participar de evento pró-Lula

 


Às vésperas das eleições, o prefeito de Princesa Isabel, Ricardo Pereira (Cidadania), estaria cometendo assédio eleitoral com os funcionários da prefeitura.

Mensagem compartilhada pelo WhatsApp atribuído a Pereira proíbe os servidores de participarem da carreata marcada para esta quinta-feira (29) e organizada pelo diretório petista municipal em apoio à campanha do ex-presidente Lula no município. Tudo porque o grupo adversário do prefeito participaria do evento.

Diz a mensagem:

“Atenção! Foi passado instruções para Lucinaldo que a verdadeira carreata de LULA e nossos CANDIDATOS será no próximo SÁBADO. Todo o nosso Governo está proibido de participar, pois nela, está inserido os M que querem aproveitar o movimento em prol deles.”

Os “M” a que a mensagem se refere seriam os Moura, liderados pelo médico e candidato a deputado estadual pela região, Dr. Aledson (União), que vem fazendo uma campanha forte na Serra do Teixeira.

Na mensagem, há a orientação expressa para que os funcionários municipais participem de outro evento com ele, no sábado (1), que seria “a verdadeira carreata de LULA”.   Em um áudio, um dos servidores expôs sua revolta. Ouça:

Tocador de áudio

 

A pressão para o cancelamento do evento não surtiu efeito. Na manhã desta quinta-feira, a organização da carreata “Princesa está com Lula” enviou ofício à 5ª Companhia Independente de Polícia Militar do município, confirmando o ato para às 18h, com concentração no Aqua Club e encerramento na Praça da Estrela.

Assédio eleitoral é crime, previsto nos artigos 299 e 301 do Código Eleitoral, com pena de até quatro anos de reclusão e pagamento de multa. Consiste em obrigar funcionários a participar de atos ou não participarem, de votarem ou deixarem de votar em determinados candidato ou partido.

Posição do prefeito

O Blog entrou em contato com o Prefeito Ricardo Pereira. Por mensagem de aplicativo, ele disse: “nossa orientação é para a nossa CARREATA DE LULA e JOÃO, nosso TIME, pois ALEDSON MOURA vota em BOLSONARO e que (SIC) tirar PROVEITO nessa CARREATA de LULA. A orientação nossa é que nossa BASE participe da ORIGINAL no sábado”, escreveu.

O Blog ouviu também Aledson Moura, o Dr.Aledson. Ele rebateu a fala de Pereira com uma provocação: “ninguém nunca viu Aledson Moura vestindo camiseta de Bolsonaro, nem fazendo arminha. O que ele diz não passa de fake news. Quando o prefeito estava pra ser cassado, procurou Bolsonaro e deputados bolsaristas para se manter no cargo. Até hoje ele é prefeito por força de uma liminar”, respondeu.

Curiosidade

O curioso é que, apesar de acusar Dr. Aledson de ser bolsonarista, foi Ricardo Pereira que, em 2018, vestiu a camisa em apoio ao então candidato Jair Bolsonaro, posou pra foto, fez “arminha” com a mão e postou em suas redes sociais.






politicaporelas.tv.br

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.