publicidade

A 20 dias da eleição, oposição ‘briga’ por vaga no 2º turno na Paraíba; Confira agregador de pesquisas

 


Faltando 20 dias para as eleições de outubro, as pesquisas de intenção de voto para o Governo da Paraíba já começam a dar uma dimensão do que se desenha para as eleições no que tange à disputa estadual. Há uma certeza cada vez mais evidente de que haverá espaço para um segundo turno do pleito, enquanto os candidatos da oposição disputam para ver quem estará na segunda etapa eleitoral.

Desde o início do ano, oito pesquisas foram registadas no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com os índices de intenção de voto para o Governo do Estado.

Embora não se possa fazer uma comparação de números de institutos e metodologias diferentes, a primeira constatação é que os levantamentos mostram uma redução na intenção de voto de João Azevêdo (PSB), candidato à reeleição, que já chegou a pontuar 40,7% em fevereiro desse ano. (PB- 06073/2022 e BR-02181/2022 – Veja o agregador de pesquisas).

Essa redução nos índices de intenção de voto, no entanto, pelo que indicam os números, se estabilizou no patamar próximo de 30%, o que, em tese, garante ao atual chefe do Poder Executivo a ida para o segundo turno das eleições. A dúvida, agora, pelo que apontam as mais recentes pesquisas é: quem vai representar as oposições na segunda etapa da disputa?

Diferentes institutos mostram, de forma reiterada e em série, que há um empate técnico entre os três principais candidatos da oposições. A maioria dos levantamentos já divulgados mostra que o candidato Pedro Cunha Lima (PSDB), deputado federal, estaria à frente da disputa pelas oposições, seguido do apresentador Nilvan Ferreira (PL) e do senador Veneziano Vital do Rêgo (MDB).

A diferença entre os três candidatos, porém, é pequena, sempre dentro da margem de erro apresentada pelas pesquisas já divulgadas. Na IPEC, divulgada pela TV Cabo Branco em 29 de agosto, Pedro tem 16%, seguido de Nilvan Ferreira com 15% e Veneziano com 14% das intenções de voto. (BR-05400/2022).

Já em pesquisa OPUS, divulgada no domingo passado (04), houve uma alteração em relação ao terceiro lugar da pesquisa.  Enquanto Pedro aparece com 18%, é o candidato do MDB quem surge logo em seguida, com com 16%. Nilvan fica na quarta colocação, com 14%. Novamente, uma variação que estaria “dentro” da margem de erro apresentada pelas pesquisas. (BR-01575/2022).

O último levantamento, porém, traz um cenário mais surpreendente, com Veneziano Vital do Rêgo (18,6%) assumindo a segunda colocação da disputa e Pedro Cunha Lima (15,5%) “caindo” para o quarto lugar. Nesse levantamento, o governador João Azevêdo lidera com 28,7% das intenções de votos, enquanto Nilvan (PL) fica em terceiro com 17,8% do votos. (PB-09552/2022).

Os levantamentos realizados até este sábado (10) mostram, assim, que a disputa estadual vai se consolidando. Primeiro, com Azevêdo, o o governador e candidato à reeleição garantindo um passe para o segundo turno. E depois, com a disputa entre os oposicionistas na “briga” pela outra vaga no segundo turno. Quem souber administrar melhor o tempo e o tom da campanha levará a melhor nas urnas.



Agenda Política

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.