publicidade

Barão, esposo de Polyana Dutra não tem candidatura homologada pelo PL


O ex-Prefeito de Brejo do Cruz, Barão, esposo da candidata ao Senado, Pollyana Dutra, teve sua candidatura negada pelo PL, para disputar uma vaga na Assembleia Legislativa do Estado. 

Barão havia saído da disputa das eleições 2022 e tentou voltar atrás quando houve a confirmação que a deputada Polyana Dutra foi escolhida para disputar o cargo de senador na chapa de João Azevedo, o que não foi suficiente para garantir a sua postulação.

O Deputado Federal e Presidente do PL na Paraíba, Wellington Roberto, atribui a demora de Barão em comunicar ao partido a intenção de se candidatar, como o motivo da não homologação de sua candidatura, "Existe um prazo determinado pela Legislação Eleitoral, que preza primeiramente pela questão das filiações, o que aconteceu com Barão foi que ele quis voltar nos acréscimos da prorrogação, querendo emplacar a candidatura de Pollyana e a entrada dele no lugar dela na disputa pela Assembleia, são meus amigos, pessoas que eu estimo, que eu tenho muito apreço, mas não existem só ônus na política”.

O partido reduziu de 50 para 37 o número de pré-candidatos, obedecendo o limite estabelecido pelo TSE.

"Quando Barão veio falar comigo, eu disse, por mim Barão tudo bem você é meu irmão, mas tenho que falar com os nossos filados. Nós temos três titulares na Assembleia, Caio Roberto, Walber Virgolino e Moacir Rodrigues, por eles Barão disputaria, mas os outros candidatos que estão conosco desde o principio e que anseiam por uma quarta vaga não foram favoráveis a candidatura dele, e isso é um processo natural e o prejuízo final é meu que perdi o apoio de Barão, mas a vida é assim, vão-se os anéis e ficam os dedos”, acrescentou Wellington Roberto.

Barão ainda não fez nenhum pronunciamento público com relação a posição do partido.

 

Blog do Jordan Bezerra/Com informações do Polêmica Paraíba 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.