publicidade

Plenária do Orçamento Participativo 2022 é marcada por presença massiva da população patoense

 

A Prefeitura de Patos, por meio da Secretaria Executiva de Articulação Social, realizou nesta terça-feira, 26, na sede da Associação Comercial e Industrial de Patos, a Grade Plenária do Orçamento Participativo Municipal.

Na oportunidade o Prefeito Nabor Wanderley ouviu 15 representantes de entidades, associações e conselhos municipais, e recebeu ainda as sugestões de forma impressa das mãos de cada um pessoalmente. As demandas de destaque na plenária foram; a resolução a problemática dos animais de rua, construção e conclusão de calçamentos, moradia, geração de emprego e perfuração de poços.

O prefeito Nabor Wanderley ressaltou a importância de após muito tempo sem as plenárias, poder realizá-las novamente com a participação da população.

"As pessoas atenderam a nossa convocação, tivemos um auditório praticamente lotado com diversos conselhos, associações e representantes de entidades participando e trazendo as propostas para a preparação do nosso orçamento, que vem justamente dessas demandas da população", disse Nabor.

O prefeito ressaltou ainda que essa participação da população na plenária de ontem, vai dar um direcionamento para moldar o orçamento de 2023 de acordo com as demandas da população.

O secretário de Articulação Social do Município, Sávio Salvador, considerou a realização do Orçamento Participativo 2022 como o ápice da democracia da gestão do prefeito Nabor Wanderley.

"É o ápice da democracia dessa gestão, uma plenária do Orçamento Participativo ouvindo a população da zona rural, da zona urbana, querendo saber o que elas mais querem, quais são os seus anseios para o ano de 2023", disse Sávio.

A senhora Creuza Silva Moraes, presidente da Associação de Moradores da Vila Cavalcante, disse acreditar que o prefeito Nabor dará a devida atenção nas demandas apresentadas pelas apresentações e comunidades.

"Eu acredito que ele vai ouvir todas as reivindicações das nossas associações e vai fazer algo pelas nossas comunidades, no que necessitamos e sabemos as prioridades para as nossas comunidades", disse Dona Creuza.



Coordecom-Patos

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.