publicidade

Efraim Filho diz que antes do fechamento da janela partidária vai decidir com quem fica, Pedro ou João



Um fato novo ocorreu na política paraibana, desta vez vindo da capital João Pessoa. O secretário de agricultura Efraim Morais entregou por meio de uma carta ao governador renunciando o seu cargo. Segundo a nota, era para que o seu filho fique a vontade para tomar qualquer decisão, livre e soberanos.

Para muitos comentaristas políticos, a senha foi dada. Se agora não há vínculo algum com o governo, o caminho está livre e ‘o céu é de brigadeiro’ se Efraim quiser sair para o outro lado, ou seja, o lado de Pedro Cunha Lima. 

Baseado em tudo isso, a Rádio Arapuan de João Pessoa, no Programa Paraíba Verdade, conseguiu entrevistar por telefone Efraim Filho, que está com uma agenda política na região de Catolé do Rocha. Efraim Filho disse que esse foi um gesto nobre de seu pai, desprendendo-o de qualquer coisa, para que a decisão seja tomada. Os jornalistas indagaram qual será o prazo desse anúncio, e o candidato afirmou que os gestos falam mais que mil palavras, ou seja, para quem entendeu o recado, a preço de hoje Efraim está com o pé no palanque de Pedro Cunha Lima. 

Ele disse porém que a decisão está amadurecendo, sendo estudada, conversada com os demais companheiros, mas todos hão de convir que quem colocou o seu nome para a disputa, em termos dos concorrentes, foi somente ele, nenhum outro disse que era candidato. Efraim disse que andou a Paraíba, e que tem, modéstia à parte, lutado muito para trabalhar em projetos e bandeiras importantes, como o desenvolvimento econômico, de renda e emprego, e disse que é fã do projeto da energia solar. 

Efraim Filho disse que antes do fechamento da janela no dia 2 de abril será dada a decisão oficial, se ele fica ou sai, de fato, do governo João Azevêdo. Ele disse que na reunião muito franca com o governador foi feito um panorama, ofereceu-se a vaga de vice, mas ele decidiu não aceitar, pois segundo ele ‘foguete não dá ré’ e para que ninguém tenha dúvidas, nem a imprensa, nem quem escuta, que ele só tem um caminho que é ser candidato ao Senado, e vem provando a cada dia que não está ‘inventando conversa’.

 

 


Blog do Jordan Bezerra


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.