publicidade

Lula mantém 45% das intenções de voto e reforça chance de vencer no 1º turno, diz pesquisa



O ex-presidente Lula (PT) manteve 45% das intenções de voto na nova rodada da pesquisa da Genial/Quaest, divulgada na manhã desta quarta-feira 9. Com o resultado, o petista supera a soma de todos os demais candidatos em todos os cenários monitorados e reforça a possibilidade de vencer ainda no primeiro turno. 

Ao todo, quatro cenários diferentes foram pesquisados pela Quaest e, em todos, o ex-presidente lidera com ampla vantagem. Jair Bolsonaro (PL) aparece em segundo lugar, mantendo o patamar entre 23% e 24% dos votos. Ciro Gomes (PDT) e Sergio Moro (Podemos) novamente empatam em terceiro lugar, com apenas 7% da preferência dos eleitores.

Assim como nos demais levantamentos recentes, nenhum outro pré-candidato superou os dois dígitos, independentemente do cenário monitorado. João Doria (PSDB) e André Janones (Avante) são quem se saem melhor no pelotão final da disputa com 2% e chegam a 3% quando não se enfrentam. 

Com os resultados e considerando a margem de erro de dois pontos percentuais, as intenções de voto em Lula variam entre 43% e 47%, enquanto os seus adversários, somados, variam entre 42% e 44%. Na segunda-feira 7, o agregador de pesquisas do site Jota calculou em 10,8% a chance do ex-presidente vencer a disputa sem precisar ir ao segundo turno. O cálculo leva em conta o resultado de diferentes pesquisas.

Caso precise ir ao segundo turno, Lula também superaria qualquer adversário por uma larga diferença de pelo menos 20 pontos percentuais, de acordo com a pesquisa. Contra Bolsonaro, o petista tem 54% e o ex-capitão apenas 30%. Já na disputa com o ex-juiz, Lula soma 52% das intenções de voto, enquanto Moro aparece com 28%. Em um eventual segundo turno entre Lula e Ciro, o ex-presidente tem 51% e o ex-ministro 24%. André Janones e Doria não chegariam a 20%.  

Vale ressaltar ainda que a pesquisa desta quarta também indicou que mais da metade dos eleitores brasileiros considera a escolha de voto definitiva, o que justificaria a pouca variação dos resultados e a longa liderança de Lula nos levantamentos. Ao todo, 6 em cada 10 eleitores (58%) dizem estar com a decisão tomada. 40% dos entrevistados não descartam uma mudança até outubro. 

Entre quem diz votar em Bolsonaro, 65% aponta a intenção como fato consolidado, ou seja, sem chances de mudança. Para Lula, o percentual de decididos é ainda maior, 74% não apontam chances de mudar seu voto. A convicção cai para 38% no eleitorado de Ciro e para 30% entre quem diz ter preferência por Moro.

Confira os resultados gerais da pesquisa Genial/Quaest:

Cenário 1

• Lula (PT): 45% 

• Jair Bolsonaro (PL): 23% 

• Sergio Moro (Podemos): 7% 

• Ciro Gomes (PDT): 7% 

• João Doria (PSDB): 2% 

• André Janones (Avante): 2% 

• Simone Tebet (MDB): 1% 

• Rodrigo Pacheco (PSD): 0% 

• Luiz Felipe D’Ávila (Novo): 0% 

• Branco/nulo/não vai votar: 8% 

• Indecisos: 5%

Cenário 2

• Lula (PT): 45% 

• Jair Bolsonaro (PL): 24% 

• Sergio Moro (Podemos): 9% 

• Ciro Gomes (PDT): 8% 

• João Doria (PSDB): 3% 

• Branco/nulo/não vai votar: 8% 

• Indecisos: 4%

Cenário 3

• Lula (PT): 45% 

• Jair Bolsonaro (PL): 24% 

• Sergio Moro (Podemos): 9% 

• Ciro Gomes (PDT): 8% 

• André Janones (Avante): 2% 

• Branco/nulo/não vai votar: 8%

• Indecisos: 4%

Cenário 4

• Lula (PT): 47% 

• Jair Bolsonaro (PL): 26% 

• Ciro Gomes (PDT): 9% 

• André Janones (Avante): 3% 

• Branco/nulo/não vai votar: 10% 

• Indecisos: 4%

Para chegar aos resultados, a consultoria entrevistou 2 mil pessoas presencialmente em todos os estados brasileiros. A margem de erro é de 2 pontos percentuais e o intervalo de confiança da pesquisa é de 95%.



Luanja Dantas/noticiaparaiba.com.br

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.