publicidade

Vereadora Nadir diz que prefeito Nabor não tem intenção de prejudicar classe dos enfermeiros com carga horária de 40 horas



Recetemente, o decreto do prefeito de Patos, Nabor Wanderley (Republicanos), que estipula para 40 horas a carga horária dos enfermeiros, que gerou uma polêmica. Nesta segunda (16), um ouvinte da rádio Universidade, ligou para cobrar de Nadir Rodrigues (Republicanos) um posicionamento dela em favor dos enfermeiros, pois ela sempre defendeu a classe, por ser enfermeira, mas como hoje ela é aliada de Nabor, o ouvinte disse que ela está "caladinha", vendo Nabor prejudicar a classe.

O Blog do Jordan Bezerra então procurou a vereadora Nadir, que explicou que Nabor foi obrigado a tomar essa decisão, por conta da pandemia, após uma decisão do STF. Ela disse que lutou pelas 30 horas, mas não conseguiu.

"Quando aprovamos as 30 horas no nosso município, fizemos com a melhor intenção. A prefeita Francisca Motta, à época, sancionou em reconhecimento ao trabalho da enfermagem, um projeto de lei que foi da Câmara de Patos. O ex-prefeito Lenildo Morais também implementou esta lei em seu mandato. Agora um decreto que o prefeito Nabor assinou, recebemos a notícia que todo servidor voltaria a trabalhar 40 horas. Eu não vou entrar no mérito da atitude do prefeito Nabor, uma vez que conversei com ele, que me disse estar preocupado com a situação e a necessidade de assinar esse decreto, pois existe uma lei maior, em relação a uma decisão do Supremo Tribunal Federal de que a Unidade Básica de Saúde tem que funcionar 40 horas e o município perde recurso quando passa a funcionar apenas 30 horas", argumentou Nadir.

Ela disse ainda que esta decisão vai ficar a cargo do Conselho de Medicina e do Sindicato dos Servidores Públicos de Patos (SINFEMP). Disse ainda que Nabor não tem a intenção de prejudicar e se tivesse outra forma de resolver a questão ele teria feito. 

 

 

Blog do Jordan Bezerra | Saúde 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.