publicidade

Estado reconhece que repassou doses a mais de vacina para João Pessoa



O secretário de Saúde do Estado, Geraldo Medeiros, reconheceu em ofício enviado à presidência do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde da Paraíba (COSEMS/PB) nesta quinta-feira, 25, que o município de João Pessoa recebeu doses excedentes na distribuição de vacinas contra a covid-19.

Ao todo, foram 10.520 doses a mais para a capital. O erro já havia sido denunciado pelo próprio conselho e pelo prefeito de Campina Grande, Bruno Cunha Lima, que levou a questão ao Ministério Público.

Em ofício endereçado à presidente do COSEMS/PB, Saraya Galdino de Lucena, Geraldo reconhece o envio de “quantitativo excedente de 2.630 doses de vacinas em cada lote de distribuição” na quinta, sexta, sétima e oitava remessas, ou seja, em quatro distribuições.

Diante disso, segundo o ofício, haverá compensação para os demais municípios. “Neste sentido, as deduções das vacinas referentes ao munícipio de João Pessoa/PB com as consequentes compensações aos demais munícipios serão realizadas na 10ª e 11ª remessas, ou seja, serão realizados os abatimentos e as redistribuições no percentual de 50% das doses excedentes nas 02 (duas)próximas remessas, garantindo, assim, uma distribuição equitativa em todo o território paraibano”, diz o documento.

“Por fim, informamos que, após as compensações de vacinas destinadas à 1ª dose, realizadas em favor dos 222 municípios do Estado nas 02 próximas remessas, esta Secretaria fará a dedução do quantitativo referente à2ª dose já enviada ao município de João Pessoa, que resultou no repasse de 03 remessas, quais sejam, 5ª, 6ª e 7ª remessas, no quantitativo de 2.630 vacinas em cada lote de distribuição”, acrescenta.

Segundo Geraldo Medeiros, não haverá prejuízo para quem já tomou a primeira dose na capital.


Blog do Anderson Soares 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.