publicidade

A VERDADE: Ilmara Morais vai a CEF e prova que não solicitou e nem recebeu Auxílio Emergencial

 



Após ter seu nome exposto na lista dos beneficiados com o Auxílio Emergencial, a candidata a vereadora pelo Patriota de Patos Ilmara Morais, procurou na tarde desta sexta-feira, a agência da Caixa Econômica localizada no Guedes Shopping para esclarecer toda a situação.  Segundo o gerente da Agência, que puxou os extratos da conta digital, foram creditadas três parcelas do benefício, as quais em nenhuma foi sacada se quer algum valor. Ele relatou que devido a não existir saque de valores, o dinheiro volta para o Ministério da Cidadania.

Já Ilmara Morais esclareceu que nunca solicitou e muito menos sabia que existia uma conta digital em seu nome. A candidata acredita que seus dados foram raqueados, para a realização desse cadastro e faz questão de realizar todo o procedimento de devolução dos valores para o Governo Federal.

“Eu nunca pedi auxílio, eu nunca saquei um centavo de de auxílio emergencial, na verdade eu nem sabia que existia conta digital em meu nome. Vivo do meu trabalho, e agradeço a Deus, por me dar forças para trabalhar e ter o sustento da minha família. A verdade está ai, parcelas devolvidas, e vou fazer a devolução dos valores que estão na conta, pois sei que no nosso país, existem muitas famílias precisando desse auxílio”, cravou Ilmara.

Já o advogado Taciano Fontes, que gravou uma Live explicando o que pode ter acontecido, foi duro ao afirmar que existem pessoas tentando prejudicar a campanha da candidata, que por sinal aparece em grande potencial nas pesquisas internas.

“Como uma pessoa solicita um auxílio, é negado, recorre, é aprovado e não toca em um centavo de real? Acho estranho também essa situação aparecer faltando 10 dias para a eleição. Agora iremos procurar de onde partiu o IP que realizou o cadastro de Ilmara nesse sistema, e mover ação na justiça para quem agiu de forma leviana, pagar por essa ação criminosa”, disse Taciano.

Perseguição Política

Devido a acontecimento envolvendo seu nome, Ilmara Morais, diz que vem sofrendo perseguição política e é vítima de jogo sujo de alguém que não quer que pessoas honestas, trabalhadoras, cheguem a câmara municipal de Patos.

“Ontem espalharam vídeos com material de campanha meu, hoje divulgado meu nome de forma negativa, quando não fiz nada de errado e nem tenho nada a esconder. Mas, digo ao povo de Patos, vou seguir firme e forte, e com o voto de confiança dos que querem o bem da cidade, chegaremos a ser representante desse povo livre, ordeiro e trabalhador, que merece representantes dignos”, finalizou.  


Extrato de Conta Digital - Valor Creditado 

Extrato de Conta Digital - Valor devolvido







Assessoria

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.