publicidade

SINFEMP defende rateio do FUNDEF para professores de Catingueira e prefeito Dr. Odir se nega a pagar

O Sindicato dos Funcionários Públicos Municipais de Patos e Região (,SINFEMP) defende o rateio dos recursos do FUNDEF no percentual de 60% para todos os professores e demais profissionais do magistério público municipal de Catingueira, que durante o período da ação estavam trabalhando no Município. No entanto, o prefeito Dr. Odir Borges (Republicanos) não comunga com o Sindicato SINFEMP.

 

Para a presidente do SINFEMP, Carminha Soares, o rateio deve ser feito inclusive para os professores que já faleceram e que trabalharam no período compreendido da ação, onde seus familiares, serão procurados, como aconteceu com o rateio de Patos. ” O FUNDEF, como também o atual FUNDEB está bem claro que 60% é para pagar aos profissionais do magistério e os 40% para manutenção de escolas e esses 60% pertence exclusivamente aos professores que trabalharam durante o período”, afirmou a sindicalista.

 

O Processo N° 0340963-34.2019.4.05.0000, da 14° Vara Federal de Patos, onde o valor é de R$ 1.675.851,92 ( Hum milhão, seiscentos e setenta e cinco mil, oitocentos e cinquenta e um mil e noventa e dois centavos), com número do Precatório 2019.82.05.014.2000017.

 

Prefeito Odir Borges, encaminhou um  Projeto de Lei para a Câmara Municipal, definindo o pagamento do rateio abaixo dos 60% dos quais os professores tem direito, segundo o sindicato. O Sindicato diz não tem lógico ‘desvia’ o dinheiro para reforma e o dinheiro é dos professores de direito. 

 

“Não tem sentido pegar um dinheiro que é do professor e investir em outras coisas, pois quem recebeu a menor, durante todos esses anos foram os profissionais do magistério,” afirmou a presidente Carminha.


Blog do Jordan Bezerra/com informações da assessoria


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.