publicidade

Ilmara Morais cobra ações eficazes no controle aos focos de incêndio em Patos.


Depois de duas semanas sofrendo com focos de incêndios, a cidade de Patos inicia mais uma semana assustada. Na noite deste domingo (23), mais um incêndio nas proximidades do Lixão de Patos perturbou alguns bairros da cidade. A fumaça, que se propagou através do vento, prejudicou principalmente crianças, idosos e pessoas que padecem com problemas respiratórios. 

A pré-candidata à vereadora Ilmara Morais (Patriota), pediu que as autoridades competentes tenham atitudes e ações que,  com eficácia possam solucionar esse problema da cidade de Patos. 

“Estamos passando por um momento delicado. É uma pré-campanha e as atenções se dividem, porém esse problema de incêndios na nossa cidade não é de hoje. Todos sofremos quando o lixão está em chamas. Há mais ou menos duas semanas foram os terrenos baldios, na noite de ontem mais um foco de incêndio muito próximo ao lixão que afetou demais os idosos, as crianças e as pessoas que são portadoras de doenças respiratórias. É preciso que os nossos representantes planejem ações que realmente resolvam esse problema que já está se tornando crônico em Patos”, cobrou a pré-candidata. 

Para Ilmara Morais, os poderes Legislativo e Executivo em parceria já eram pra ter traçado planos e metas para que  quando esses focos de incêndios iniciassem, equipes da Secretaria de Meio Ambiente e ou Serviços Públicos, pudessem ser acionadas para auxiliar as equipes do 4º BBM no suporte em que a situação necessitar. 

Por fim a pré-candidata defende campanhas educativas para esclarecimento dos riscos e perigos que essas queimadas podem causar; precauções como vigilância permanente no Lixão de Patos; punições para quem ateia fogo em terrenos baldios e ou em lixos e monturos que venham provocar esses incêndios.

Alerta

A prática das queimadas e seus efeitos diretos e indiretos podem ser interpretados juridicamente iniciando-se pelo artigo 225 da Constituição Brasileira.



Assessoria 


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.