publicidade

Adriano Galdino defende adiamento das eleições municipais e novo calendário eleitoral

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Adriano Galdino (PSB), revelou na manhã desta terça-feira (14), simpatia à Proposta de Emenda Constitucional (PEC), apresentada pelo senador José Maranhão (MDB), que defende o adiamento das eleições municipais para 1 de dezembro, primeiro turno e 27 de dezembro o segundo turno.
Galdino acredita que a pandemia do coronavírus vai se estender até a data próxima da eleição e o mais sensato é o adiamento. “É uma proposta sensata e tem a minha simpatia sim, a proposta vem de encontro ao momento em que estamos vivendo nessa pandemia que assusta a todos nós paraibanos e ao mundo inteiro também”, afirmou em entrevista ao programa Paraíba Verdade da Arapuan FM.
O presidente da ALPB defendeu ainda, a unificação das eleições no país. Para ele, eleição a cada dois anos sai muito caro para os cofres públicos, o ideal seria eleição a cada quatro anos. É muito cara para o país uma eleição de dois em dois, o certo seria de quatro em quatro com todos. Uma eleição de quatro em quatro anos com todos os níveis. Essa é a minha tese e o que eu defendo há bastante tempo”, finalizou.

Blog do Anderson Soares 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.