Header Ads

Justiça afasta mais um prefeito do Sertão

O vice-prefeito de Aparecida, Sertão da Paraíba, Valdemir Teixeira , deverá assumir nas próximas horas o cargo de prefeito, no lugar de Júlio César Queiroga de Araújo. A decisão foi divulgada nesta quarta-feira (22) pelo Tribunal de Justiça da Paraíba, que julgou “prejudicados o agravo interno e o agravo de instrumento, tornando sem efeito a liminar anteriormente concedida que mantinha o no cargo o prefeito Júlio César Queiroga de Araújo”.
O presidente da Câmara Municipal, Damião Novino, dever convocar sessão extraordinária para dar posse ao vice-prefeito.
A decisão foi do juiz convocado do Tribunal de Justiça da Paraíba, Dr. Aluízio Bezerra Filho, em substituição ao Desembargador Marcos Cavalcanti de Albuquerque, da 3ª Câmara Civil do TJPB.
Posse do vice-prefeito
O advogado e assessor Jurídico da Câmara Municipal, Francisco Fernandes, falou sobre a determinação da justiça e a expectativa para a posse do vice-prefeito:

“A última liminar que segurava o prefeito de Aparecida foi efetivamente cassada, e a Câmara está tomando todas as medidas necessárias para que a posse que foi dada ao vice-prefeito seja efetivada”, destacou o advogado.
Nepotismo
Júlio César, teve o mandato cassado pelo Tribunal de Justiça da Paraíba após investigações revelarem que o gestor matinha pessoas com vínculo de nepotismo nos quadros de servidores da administração municipal. Ele foi denunciado pelo Ministério Público Estadual por ato de improbidade administrativa, com condenação de perda de direitos políticos, ficando impedido de contratar e terá que pagar multa.

eleição
Júlio César estava no quarto mandato e nas eleições de 2016 se elegeu como prefeito de Aparecida com 2.911 votos (51,20%), contra 2.774 votos (48,80%) do adversário Hélio Roque (PDT).

Outro lado
A imprensa tentou contato com Júlio César, porém ele não atendeu nossas ligações. O espaço fica aberto para esclarecimentos por parte do gestor.


Diário do Sertão

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.