Header Ads

Ricardo contesta delação de Daniel Gomes e diz sua prisão foi espetacularização: “Armação contra mim e o PSB”

Logo após a exibição de matéria no Fantástico, da Rede Globo, na qual revelou trecho da delação premiada de Daniel Gomes, chefe da Cruz Vermelha e de Livânia Farias, ex-secretária de Administração do Estado, o ex-governador, Ricardo Coutinho (PSB), fez uma Live nas redes sociais para comentar os fatos que culminaram com a prisão dele, na quinta-feira (19).
O ex-governador voltou a negar qualquer participação no esquema criminoso denunciado pelo Ministério Público e reiterou sua inocência, alegando que as acusações são incompatíveis com número de obras e realizações que a gestão dele fez na saúde e em outras aéreas. “Como desviamos tanto dinheiro e conseguimos fazer “milagre” com obras na saúde, infraestrutura, educação e tantas outras áreas?”, questionou.
Ricardo considerou a sua prisão uma espetaculização criada pelo Ministério Público. Para ele, a prisão foi arbitrária. O socialista também ressaltou que as gravações em que aparece conversando com o empresário Daniel Gomes sobre propina são e fazem parte de uma narrativa para destruir a sua reputação e criminalizar o PSB. “As gravações são fora de um contexto. Não diz nada com nada. Tudo está sendo armado contra mim e contra o PSB”, declarou.

Blog do Anderson Soares 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.