publicidade

Cida e Estela atuaram para impedir CPI da Cruz Vermelha na ALPB, diz Ministério Público

As deputadas Estela Bezerra e Cida Ramos, ambas do PSB, criaram embaraços para tentar impedir a instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) visando investigar supostas irregularidades no contrato celebrado pelo Governo do Estado e a Cruz Vermelha. A constatação foi feita pelo Ministério Público, no âmbito da investigação feita pela Operação Calvário.
De acordo com o MP, as duas parlamentares propuseram outras três CPIs, com o claro objetivo de impedir a instalação da investigação contra a Cruz Vermelha e manter ocultas as inúmeras ilicitudes.
Ainda segundo consta na investigação, há fortes indícios de que Cida Ramos teria se beneficiado de valores desviados dos cofres públicos, pessoalmente e pelo financiamento eleitoral realizado pelo colaborador Daniel Gomes, em atenção às ordens de Ricardo Coutinho. 

Paraíba.com.br

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.