Header Ads

Projeto que obriga realização de cursos de primeiros socorros em instituições de ensino, de autoria da vereadora Tide, é aprovado pela Câmara

Foi aprovado pela Câmara Municipal de Patos, na Sessão Ordinária desta terça-feira(26), em 2ª votação, por unanimidade, o projeto que institui a “Lei Lucas” de autoria da presidente Tide Eduardo que dispõe sobre a obrigatoriedade da realização de cursos de primeiros socorros para professores e funcionários que tenham contato direto com os alunos nas creches e escolas instaladas no município de Patos da rede pública municipal e particulares, e institui o selo “LUCAS BEGALLI ZAMORA DE SOUZA”, de capacitação em primeiros socorros.
“Essa “Lei Lucas” se refere a uma criança do Estado de São Paulo que brincava durante um piquenique da escola e terminou falecendo após se engasgar com um pedaço de salsicha e naquele momento nenhum dos profissionais da escola tinham conhecimento de como socorrê-lo. Então essa Lei Lucas vem justamente para que todos so profissionais das escolas municipais e particulares tenham esse conhecimento de como efetuarem os primeiros socorros em caso de engasgamento”, explicou Tide.
Tide também teve aprovado na Sessão, o requerimento 1223/2019 que solicita ao prefeito interino de Patos, Dr Ivanes Lacerda, que envie para a Câmara um projeto de Lei que autoriza a regulamentação da carga horária de 40 horas semanais para 30 horas dos profissionais de odontologia do município.
“Junto a esse requerimento enviamos a cópia de um projeto indicativo de 30 horas para os odontólogos do nosso município, assim como já temos os casos dos enfermeiros e médicos beneficiados com as 30 horas semanais. Vamos ter uma reunião com o prefeito Dr Ivanes Lacerda juntamente com alguns colegas odontólogos para discutirmos e lutarmos por esse projeto de 30 horas semanais para a categoria, a qual também faço parte”, destacou Tide.

Assessoria

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.