Header Ads

Câmara de Patos aprova PL que trata da desafetação e permuta de terrenos para expansão do Grupo Via Leste

A Câmara Municipal de Patos aprovou, em 2ª votação, na Sessão Ordinária desta terça (12), o Projeto de Lei 26/2019 que trata da desafetação e permuta de trechos das ruas Projetadas 08 e 10 e parte do canteiro público do Loteamento Planalto Cícero Torres, bairro das Sete Casas, de autoria do Poder Executivo, na época do então prefeito Sales Júnior, para expansão do Grupo de Concessionárias de Veículos Via Leste, que está construindo uma nova concessionária no local.
 “Foi uma votação tranquila. Quero agradecer ao procurado da Câmara, Zé Lacerda, que atendeu ao nosso chamado e veio até essa Casa, fazer uso da Tribuna para tirar as dúvidas dos vereadores sobre o projeto. Contatou-se que o projeto é uma Lei Ordinária e por isso é votação por maioria simples. Esse projeto de extrema importância que vai trazer emprego e renda para nosso município”, destacou a presidente da Câmara, Tide Eduardo.
O vereador Raniere Ramalho votou a favor do projeto e disse que Patos está passando por dificuldades e que projetos como esse só vem gerar emprego e renda para o município.
 “Em virtude dessas dificuldades que Patos vem passando, em virtude do empresário Siduca que dedicou 40 anos de sua vida para trabalhar pela querida cidade de Patos na geração de emprego e renda, eu não poderia votar contra. Depois que o projeto veio para essa Casa, foi discutido, o procurado da Câmara deu o parecer favorável, votamos a favor na primeira e na segunda votação. Defendo que todo projeto que venha para geração de emprego e renda tenha o meu apoio e o meu voto”, explicou o vereador Raniere.
Segundo o vereador Góia, que votou contra a aprovação do projeto, disse não ser contra o desenvolvimento e crescimento de Patos, mas não poderia votar em um projeto que, segundo ele, chegou a Casa de forma errada.
“Quero deixar claro que não sou contra o desenvolvimento e crescimento de Patos. Votei contrário pela forma como o projeto chegou nessa Casa. Quando esse projeto chegou a essa Casa e fomos averiguar o terro e para nossa surpresa já está a construção em andamento, não esperaram que o projeto ser votado pelos vereadores dessa Casa. Vieram mandar o projeto depois de 8 meses que o local já estava em construção. Jamais poderia votar em um projeto que entrou dessa forma. Sou a favor do crescimento e desenvolvimento de Patos mas que seja feito de uma forma legal”, ressaltou Góia.


Ascom-CM de Patos

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.