Header Ads

Drama em Patos: Mais de 300 animais de ruas precisam de ajuda da população

Aos poucos a sede da antiga Escola Agrícola de Patos vai se transformando na sede operacional da ONG não-governamental Adota Patos doado através do poder público municipal em gestões anteriores, o prédio fica localizado na zona sul da cidade onde foi doado dois galpões para realização de atendimento aos animais de ruas como por exemplo trabalhos cirúrgicos, vitrine para adoção responsável e atendimento em geral. 
Alguns funcionários da ONG prestam serviço no canil municipal onde mais de trezentos animais esperam por um lar definitivo, mas devido à idade avançada muitos adultos acabam passando o resto da vida à espera de adoção o que acaba gerando superlotação no lugar. 
O ativista em defesa dos animais Rafael da civil, conta com ajuda de empresários, além da população patoense e até mesmo do atual poder público municipal, mas tendo em vista a grande reforma que o lugar necessita os recursos acabam se tornando em partes insuficientes para a demanda, por se tratar de um serviço de utilidade pública para a cidade a ONG realiza atendimento em diversos segmentos.
“Nós estamos fazendo a parte de castração e adoção, o resgate está em segundo plano porque nós não temos um local específico para abrigar esses animais nem temos condições financeiras para manter esses animais com medicação e ração, isso é um custo muito alto”. Relatou Rafael.
Rafael acredita que após a doação dos galpões para a ONG os trabalhos serão praticados de forma ainda mais eficazes isso porque “estamos aguardando a liberação por parte da prefeitura que ficou de ceder dois galpões da escola agrícola para que nós possamos colocar em prática a castração de animais de rua”.
Se concluída a reforma a ONG contará com o apoio de voluntários e do poder público municipal para realização de cirurgias nos cães e gatos, com a proposta de efetuar dez procedimentos cirúrgicos de castração ao dia em um mês haverá menos trezentos animais com chances de reprodução e multiplicando esse número em quatro meses serão três mil e seiscentos animais a menos se reproduzindo e consequentemente gerando problemas nas ruas da cidade.
Necessitando de ajuda para concluir a construção de salas operatórias e reforma do prédio, a ONG Adota Patos precisa ainda mais da população paraibana, qualquer doação nesse âmbito será bem-vinda. 

Carlos Dhaniel - PatosOnline.com

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.