Header Ads

Prefeito “Verissinho” declara possibilidade de não disputar reeleição

Durante entrevista concedida a uma emissora de rádio da cidade no último sábado (08.06) o prefeito do município de Pombal, Abmael de Sousa Lacerda, declarou a possibilidade de não disputar reeleição.
O médico afirmou que em sua contabilidade já teria sido prefeito por três vezes e a cidade quer inovação, se referindo a dar oportunidade a outras pessoas.
Para uns a resposta chega em um momento adverso, o que não representaria novidades quanto a sua realidade.
Como se sabe “Verissinho” poderá enfrentar problemas no seu projeto de reeleição em 2020, já que teve a prestação de contas de um convênio reprovada pelo Tribunal de Contas da União (TCU), em decisão que já transitada em julgado, ou seja, não cabendo mais recurso.
O caso se refere a um convênio firmado entre o município e o Ministério da Integração Nacional para a construção de galerias de águas pluviais nos bairros Pereiros e Jardim Petrópolis.
Com a reprovação, o gestor pode ser impedido de disputar eleições até 2026, considerando o tempo de inelegibilidade prevista na Lei da Ficha Limpa, que é de 8 anos contados a partir da data da condenação.
No portal do Tribunal de Contas da União, o nome do pombalense já consta na lista de gestores com contas irregulares, para fins eleitorais, além de não emitir certidão negativa.
Dr. Verissinho (PMDB) foi eleito em 2016 para o terceiro mandato com 10.677 votos (51,06%), concorrendo com o também médico Dr. Paulo (PT), que obteve 10.233 (48,94%). Portanto uma maioria de apenas 444 sufrágios.
Redação – Portal Liberdade PB

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.