Header Ads

Cabo Gilberto denuncia superfatumento de mais de R$ 2 milhões na compra do helicóptero Acauã

O deputado estadual Cabo Gilberto Silva (PSL) denunciou nesta quarta-feira (8), na Assembleia Legislativa da Paraíba, indícios de superfaturamento de aproximadamente R$ 2 milhões na compra da aeronave Acauã II, feita pelo Governo do Estado da Paraíba. O contrato para aquisição da aeronave foi assinado pela ex-secretária de Administração do Estado, Livânia Farias, sob fiscalização do então assessor, Leandro Nunes de Azevedo. Ambos foram presos pelo Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado do Ministério Público da Paraíba (Gaeco/MPPB), acusados de integrar organização criminosa responsável por desviar recursos públicos dos cofres estaduais.

Para basear a denúncia de superfaturamento, o deputado Cabo Gilberto Silva tomou como referência a aquisição de aeronave do mesmo modelo adquirida pelo Estado do Rio de Janeiro. “Sabem quanto custou aos cofres públicos esse helicóptero, quase R$ 17 milhões”, disse o deputado. “Sabem quanto custou o mesmo helicóptero no Estado do Rio de Janeiro, apenas R$ 15 milhões, ou seja, um superfaturamento de quase R$ 2 milhões”, denunciou.
Ainda segundo o deputado, apesar da alta cifra paga pela aeronave, atualmente a mesma encontra-se em terra, sem poder funcionar. “Não podemos permitir que ações como essa continuem no nosso estado. No início do ano fiscalizamos os helicópteros comprados, um já usado, outro supostamente novo”, disse. “Infelizmente essa aeronave só funcionou na campanha eleitoral de 2018, quando o ex-governador utilizou a máquina pública em benefício do candidato à presidência, Fernando Haddad (PT)”, completou.
O deputado Cabo Gilberto disse ainda que encaminhará a denúncia ao Ministério Público da Paraíba e ao Tribunal de Contas do Estado.

Blog Anderson Soares 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.