publicidade

Rosalba Mota fala sobre entendimento do MPF e diz “Em nenhum momento ele está acusando ninguém de se apropriar de recursos públicos”


Após mais uma etapa da Operação Recidiva, onde o Ministério Público Federal investiga possíveis irregularidades em construção de obras públicas, a prefeita de São José do Bonfim  Roslaba Mota, teve seu nome citado pelo órgão, que ajuizou ação de improbidade pública, devido a construção de uma quadra de poliesportiva no seu município. O MFP está movendo uma ação civil pública por ato de improbidade administrativa. Em contato com o Sertão Político, a gestora se posicionou sobre esta operação.
“Esse é o entendimento do MPF, de entender que tecnicamente tem erros na execução do projeto, mas isso não quer dizer que esse é a verdade dos fatos, até porque essa questão já estava sendo resolvida conforme o próprio  FNDE orienta os municípios que tem esse convênio de quadra poliesportiva com pendências, pois o FNDE é o órgão que tem toda responsabilidade de fazer vistorias na obra e liberar pagamentos” explicou Rosalba.

A prefeita deixou bem claro que o Ministéiro Público não está acusando ninguém de apropriação indevida.

“Em nenhum momento o MPF está acusando ninguém de se apropriar de recursos públicos”, declarou ela.

Ainda explicando o caso, Rosalba disse que a obra está em fase de conclusão e que os pagamentos foram realizados em conformidade com a execução da obra.

“O MPF está dizendo que foi pago serviços com desconformidade técnica em relação ao projeto original. Nesse caso ele desconsidera o pagamento feito onde ele acha que tem desconformidade. Passando a dizer que o pagamento foi indevido, isso é; não podia pagar. Mas a obra está quase no final, e os pagamentos foram feitos dentro do percentual executado”, concluiu.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.