Header Ads

Nabor reúne centenas de pescadores para discutir a reforma da previdência

Na manhã dessa segunda-feira (29), o deputado estadual Nabor Wanderley (PRB) reuniu centenas de pescadores, em frente a Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), para debater a reforma da previdência dos pescadores e trabalhadores afins. A sessão solene estava prevista para acontecer no auditório João Santa Cruz, na Ordem dos Advogados do Brasil - Seccional da Paraíba(OAB-PB), mas devido ao grande número de participantes foi transformada numa audiência pública e realizada no Parlatório Deputado Tota Agra da ALPB.
Na ocasião, Nabor Wanderley ressaltou a importância do debate e lembrou que o texto da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 6/19 que pretende reformar o sistema de Previdência Social para os trabalhadores do setor privado e para os servidores públicos de todos os Poderes e de todos os entes federados (União, estados e municípios), aprovado pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) da Câmara dos Deputados, não pode ser aprovado. “Agora que a PEC passa a ser discutida no âmbito da Comissão Especial é importante que façamos esse debate, que possamos ouvir o povo da Paraíba e defender os interesses dos menos favorecidos que estão sendo os mais prejudicados com essa reforma”,enfatizou Nabor.
Participaram da audiência o presidente da ALPB Adriano Galdino (PSB), o deputado federal Hugo Motta (PRB), o suplente de deputado Anisio Maia (PT), o Secretário Executivo da Pesca na Paraíba - Jerônimo Júnior- o presidente da Federação dos Pescadores e Aquicultores da Paraíba (Fepesca-PB) - , Juscelino Miguel – e representantes das colônias de pescadores de todo o estado da Paraíba, onde todos criticaram a PEC e falaram da importância dos doze deputados federais unir forças e não deixar que a reforma seja aprovada prejudicando os pescadores da Paraíba.

O deputado federal Hugo Motta reafirmou o posicionamento de ser contrário a reforma da previdência da forma como foi apresentada pelo Executivo e afirmou que ela precisa cumprir seu papel social. “Entendemos que da maneira como está é bastante danoso para a população mais necessitada e para aqueles que mais precisam da previdência”, afirmou Hugo.
   
Ao final do debate foi elaborado um documento que será entregue aos deputados federais e senadores da Paraíba com as reivindicações da categoria.


Assessoria    

Um comentário:

  1. Tenho vergonha dessa família política que luta contra os interesses nacionais. Hugo sempre esteve ao lado do PT contra o povo.

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.