publicidade

Após escândalos, João Azevêdo anuncia seleção de novas OS’s para substituir a Cruz Vermelha

O governador João Azevêdo (PSB) anunciou nesta quinta-feira (7) a antecipação da seleção para organizações sociais interessadas em administrar os hospitais de Trauma, de João Pessoa; Metropolitano, de Santa Rita, e Regional, de Mamanguape. As três instituições de saúde foram alvos de intervenção no dia 25 de janeiro deste ano, por determinação do socialista. Elas eram administradas pela Cruz Vermelha Brasileira filial Rio Grande do Sul e o Instituto de Psicologia Clínica, Educacional e Profissional (IPCEP).
As duas instituições, juntas, movimentaram R$ 1,1 bilhão em recursos do governo da Paraíba entre 2011 o fim do ano passado. A Cruz Vermelha e o IPEP, vale ressaltar, também são alvos de denúncias de corrupção feitas pelos Ministérios Públicos da Paraíba e do Rio de Janeiro. Há acusações, inclusive, de pagamentos feitos a agentes públicos na Paraíba. A segunda etapa da operação Calvário resultou, entre outras medidas, na prisão do ex-assessor do governo, Leandro Nunes Azevêdo, solto nesta semana.
Durante o cumprimento de agenda em Campina Grande, nesta quinta, João foi questionado sobre a possibilidade de prorrogar a intervenção nos hospitais quando acabar o prazo de 90 dias. Ele disse então que as medidas a serem adotadas em relação às duas instituições vão depender do relatório que será feito pelos interventores nomeados para comandar os três hospitais. Apesar disso, lembrou que os contratos serão encerrados em junho deste ano. Por conta disso, determinou que sejam abertas seleções para novas OS’s ainda neste mês.
“O relatório da intervenção é que vai trazer a indicação de qual posição nós deveremos tomar. Como estes contratos também já terminam agora em junho, a nossa determinação é que a gente já inicie um processo de seleção de novas OS’s já a partir de agora, do mês de março”, ressaltou o governador.


Blog do Suetoni

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.