publicidade

Após bate-boca, polêmica e confusão, deputados fazem corrente de oração antes da sessão desta quinta-feira

Após os ânimos exaltados na sessão da última quarta-feira (27), na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), os deputados iniciaram os trabalhos nesta quinta-feira (28), com uma corrente humana de oração.
A ideia partiu do deputado Chió que convocou todos os parlamentares que estavam presentes para uma prece. Eles pediram serenidade para o bom debate no andamento dos serviços do legislativo.
Dos pivôs da discussão na Casa de Epitácio Pessoa, só a deputada Cida Ramos deu as mãos aos colegas.
Entenda
O tempo fechou nesta quarta-feira (27), na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) e a sessão teve que ser encerrada na Casa de Epitácio Pessoa. O clima ficou acirrado após o deputado Cabo Gilberto (PSL) e o deputado Raniery Paulino (MDB) insinuarem que o ex-governador Ricardo Coutinho era ladrão.
A deputada Cida Ramos (PSB) saiu em defesa de Ricardo. “Foi um comentário infeliz dos dois deputados. É muito ruim quando a gente acusa sem que o outro tenha nada que prove ou dê demonstrações disso”.
Cida Ramos destacou ainda que, “tenho certeza que a Casa seguirá o trabalho fazendo um bom debate, sem inverdades, sem fake news, não precisa disso. A Paraíba conhece todo mundo, e o que ela quer é que a gente produza verdade aqui na Casa”.
A deputada Camila Toscano (PSDB) lamentou o ocorrido afirmando que a Casa está há dois dias sem analisar projetos, o que acaba travando o andamento dos trabalhos dos parlamentares. “Muito pior que essa briga, é esta Casa não produzir”.
Polêmica Paraíba

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.