publicidade

Deputado denuncia toma lá, dá cá na para evitar CPI da Cruz Vermelha na AL; líder do governo contesta

O deputado estadual Walber Virgulino (Patriotas) declarou nesta quinta-feira (14) que o governo João Azevedo (PSB) deflagrou um toma lá, dá cá na Assembleia Legislativa da Paraíba. Virgulino disse que os deputados estão sendo assediados para não assinarem a proposta de instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar o escândalo da Cruz Vermelha gaúcha, cujas investigações da Operação Calvário apontam para desvios de quase R$ 2 bilhões.
Walber lamentou a postura de alguns parlamentares da Casa e denunciou que estaria em curso uma operação para pressionar e até aliciar deputados, inclusive oposicionistas. “Esses deputados que se omitirem e não assumirem a CPI saibam que irão ter um encontro com a população daqui a alguns anos” e emendou: “serão cobrados por compactuarem com a corrupção e pagarão um preço alto”.
Governo contesta – O líder do governo Ricardo Barbosa (PSB) contestou as declarações de Walber Virgulino e disse que o governo não está interferindo na constituição ou não de uma CPI na AL. “Não existem nada disso. O governo está tranquilo”, resumiu.
As declarações foram veiculadas no programa Correio Debate, do Sistema Correio de Comunicação.

Fonte: Tanaarea.com.br

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.