Header Ads

Representante de aprovados em concurso público de Patos critica disponibilidade de uma vaga para guarda municipal


O representante da Comissão de aprovados no concurso público de Patos, para o cargo de guarda municipal enviou para a redação do patosverdade.com uma carta criticando a gestão municipal devido ao déficit desses profissionais na cidade, uma vez que no edital do certame foi disponibilizada apenas uma vaga para o cargo.

Para o jovem, Diego Santos Silva, a gestão da cidade de Patos insiste em negligenciar a área da segurança pública, no qual o Estado com o seu dever constitucional não garante na sua totalidade na cidade de Patos.

Ele ainda elencou problemas que são existentes na cidade de Patos, a exemplo de arrombamentos em escolas e unidades básicas de saúde ou atos de vândalos que são registrados nas praças públicas.

“Nas praças públicas cresce o número de marginais, unidades de saúdes e escolas são vandalizadas isto na mesma proporção do progresso econômico em que hoje a cidade de Patos ocupa o 5° lugar do PIB da Paraíba. Mas, a gestão esqueceu-se da segurança pública municipal hoje com apenas 08 guardas municipais para uma cidade com uma população com 106 mil habitantes. Em 2014 foi sancionado o estatuto geral das guardas municipais no qual estabeleceria o limite máximo de guardas municipais proporcional ao número de habitantes”, relatou.

Considerando a lei 13.022/2014 - Estatuto das guardas, hoje, o limite máximo estabelecido pela lei para o total de habitantes existente na cidade de Patos é de um efetivo de 320 guardas municipais. A cidade conta com apenas 08 guardas municipais o que representa 2,5% do limite máximo estabelecido.

Segundo o representante da comissão dos 93 aprovados, hoje, Patos ocupa o 1°Lugar título de menor efetivo de guarda municipal do Brasil.

“A gestão virou as costas para a segurança pública municipal e aos cidadãos que sofrem com o medo diário de sair de casa, pois, não sabem se voltam. Hoje a gestão tem a oportunidade de amenizar a situação com os 93 aprovados no concurso público da guarda municipal de Patos o que representa 29% do limite estabelecido pela lei 13022/14”, disse.



Patosverdade.com
.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.